O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amazonas (CRMV-AM) realizou 890 fiscalizações durante o ano de 2021. Destas, 247 foram Termos de Fiscalização, no qual as empresas não possuíam nenhuma irregularidade.

Já 251 estabelecimentos receberam Autos de Infração, no qual estavam com alguma irregularidade. Os Termos de Constatação foram 333.

Além disso, o CRMV-AM recebeu 38 denúncias, sendo que 27 eram da competência do Conselho e 11 de outros órgãos.

Ainda foram fiscalizados 21 novos estabelecimentos, totalizando 890 fiscalizações feitas pelo CRMV-AM. As ações não ocorreram somente em Manaus, mas também no interior do Amazonas, nos quais foram fiscalizados os municípios de Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Manaquiri, Novo Céu, Autazes, Coari, Codajás, Anori, Anamã e Beruri.

“Este ano, o CRMV-AM retomou as atividades de fiscalização no interior e deu continuidade aqui na capital e, mesmo com toda a dificuldade devido a pandemia de Covid-19, nós conseguimos realizar as fiscalizações, visando assegurar a saúde pública de forma que os estabelecimentos estejam seguindo toda a legislação e entregando produtos de qualidade”, afirmou o presidente do CRMV-AM, Haruo Takatani.