O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amazonas (CRMV-AM) registrou nesta semana dois Boletins de Ocorrência referente a atuação de falsos médicos-veterinários. Os boletins foram feitos pelos fiscais do CRMV-AM, Anilton Júnior e Marcelo Bastos.

Conforme os fiscais, o CRMV-AM recebeu denúncias de vítimas de dois falsos profissionais. Em um dos casos, o falso médico-veterinário utilizava um CRMV inexistente e ia até a residência da vítima, buscava o animal para castração, levava até uma clínica veterinária registrada no Conselho, e ganhava um valor a mais pelo serviço.

No final do serviço, o indivíduo carimbava os documentos utilizando um falso registro para se fazer entender que era ele quem havia feito o trabalho. O CRMV-AM entrou em contato com o proprietário da clínica questionando sobre a atuação do falso profissional, no qual informou que nada sabia e logo também registrou um Boletim de Ocorrência.

Já no segundo caso, o falso profissional fazia atendimento a domicílio, no qual realizava vacinação em animais. Ele utilizava o registro profissional pertencente a uma médica-veterinária inscrita no CRMV-AM.

Por desconfiar dos indivíduos, as vítimas procuraram o Conselho e, em posse das denúncias e provas, os fiscais realizaram os Boletins de Ocorrência de forma virtual, conforme orientado pela polícia.

O CRMV-AM destaca que não atua em casos de exercício ilegal da profissão, a autarquia recebe as denúncias e as encaminha para o órgão competente e está disponível para orientar a população. “É muito importante que a população, quando precisar levar seu pet a um médico-veterinário, busque verificar se ele de fato é um profissional regular, que está registrado no CRMV-AM e, que busque o Conselho, pois estamos aqui para ajuda-los”, disse Anilton.

Caso queira denunciar, seja falso profissional, estabelecimento irregular ou conduta de médico-veterinário, o CRMV-AM dispõe orientações e formulários de preenchimento no site (https://www.crmv.am.gov.br/denuncias/#tab-tb_3lc3143-1), ou pode entrar em contato no telefone (92) 99452-0761 ou pelo e-mail fiscalizacao@crmv.am.gov.br.

“É importante também que a população solicite a carteira profissional dos médicos-veterinários para comprovar que ele está registrado no CRMV-AM e evitar ser enganado por falsos profissionais, colocando em risco a vida do seu animal”, destacou Marcelo.

O Conselho dispõe ainda em seu site acesso para a população verificar se aquela pessoa tem registro e se está habilitado para atuar no estado. Para isso basta acessar o site https://www.crmv.am.gov.br/, ir na aba ‘Sociedade’, ir em ‘Buscar Profissionais e Empresas’, você será direcionado para o site do SISCAD’, e pode fazer a busca por pessoa física ou jurídica.