Após denuncia, fiscalização do CRMV/AM apreende materiais cirúrgicos em Pet Shop de Manaus

 Após realizar a prisão de um falso veterinário, em parceria com a Polícia Civil, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amazonas (CRMV/AM), por meio da sua equipe de fiscalização, conseguiu outro grande feito no fim da tarde desta terça-feira (5) ao apreender materiais utilizados de forma irregular em um Pet Shop na cidade de Manaus.

 

A fiscalização do CRMV/AM foi acionada por meio de uma denúncia anônima. Ao comparecer ao local indicado, logrou êxito ao encontrar materiais clínicos/cirúrgicos em ambiente de banho e tosa no Pet Shop: agulhas, seringas, pinças, tesouras, gaze, lâmina cirúrgica, medicamentos injetáveis de uso veterinário, entre outros.

 

Segundo a denúncia, uma pessoa que não é médico veterinário tem efetuado os procedimentos no local. No entanto, no momento da abordagem, ninguém estava presente, sendo encontrado apenas o material utilizado. O estabelecimento e o responsável técnico – que possuem registro no CRMV/AM – serão autuados e denunciados à Delegacia do Meio-Ambiente.

 

O primeiro pelo fato de ser Pet Shop e não deter o direito de realizar procedimentos cirúrgicos, já que não se trata de Clínica Veterinária, e o RT conforme aponta o artigo 6 da Resolução 682/2014, citando que o médico veterinário ou zootecnista que permitir ao estabelecimento, sob sua responsabilidade técnica, infringir dispositivos contidos em Leis, Decretos, Regulamentos, Resoluções ou Portarias será autuado e irá responder sobre o caso.

 

Vale ressaltar que o responsável técnico responde por todas as ocorrências identificadas ou detectadas dentro de um ambiente de Pet Shop, independente da carga horária, em função das orientações que devem ser fornecidas e da comunicação feita ao Conselho Regional de Medicina Veterinária mediante as irregularidades cometidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *