Rafael Gianella Mondadori, presidente da Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CNEMV/CFMV), integra, desde março, o CIVME (The Council on International Veterinary Medical Education) da AAVMC (Association of American Veterinary Medical Colleges). O CIVME cumpre o papel de fortalecer as melhores práticas em escolas de medicina veterinária, a colaboração entre pesquisadores da área de educação e a disseminar inovações e avanços científicos. Também propõe iniciativas para a Associação, visando à equalização dos critérios de qualidade na formação do médico veterinário.

O conselho é composto por 16 médicos veterinários de todas as regiões do mundo, que se reúnem mensalmente, por videoconferência, e duas vezes ao ano, presencialmente. Mondadori é o único brasileiro em sua composição. O objetivo é estabelecer um padrão mundial de qualidade para a educação veterinária.

O CIVME atua em conjunto com a Associação Mundial de Medicina Veterinária (WVA) e com a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). Atualmente, estão levantando endereços das escolas em todo o mundo, com vistas à elaboração de um estudo que subsidie um modelo de acreditação internacional aos cursos de formação. “No Congresso Mundial, em 2019, na Costa Rica, pretendemos que haja um espaço para discutir a acreditação”, explica.

Atualmente, Mondadori é professor associado da Universidade Federal de Pelotas. Tem experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Fisiopatologia da Reprodução Animal e Biotecnologia da Reprodução Animal, atuando principalmente nos seguintes temas: bovino, ovino, reprodução, medicina veterinária e in vitro. Também possui experiência na área de Educação Médico Veterinária, com experiência em gestão do ensino e Metodologias Ativas do Processo de Aprendizagem.

Assessoria de Comunicação do CFMV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *