Em complementação às contribuições enviadas no início de junho ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) enviou mais quatro sugestões para as propostas de Instruções Normativas (IN) que tratam de regulamentos técnicos do leite. Os textos estão em consulta pública para receber as contribuições da sociedade até o final do mês.

Em relação à consulta pública sobre os regulamentos que fixam a identidade e as características de qualidade que devem apresentar o leite cru refrigerado, o leite pasteurizado e o leite tipo A (Portaria nº 38), o Conselho acrescentou a prova de peroxidase positiva para os testes enzimáticos por entender que é mais um método eletrônico amplamente usado nos Estados Unidos e Europa; e recomendou ajustes para o índice crioscópico por ser um valor proposto após estudo já realizado há quase cinco décadas, usado por vários países como critério de corte para leite normal.

Sobre a consulta que trata dos critérios e procedimentos de produção, acondicionamento, conservação, transporte, seleção e recepção do leite cru em estabelecimentos registrados no serviço de inspeção oficial (Portaria nº 39), o CFMV reforçou as atribuições do médico veterinário como responsável técnico por toda a sanidade do rebanho, independente das doenças; e também indicou a necessidade de um plano de monitoramento, controle e acompanhamento dos produtores, para que a coleta não seja interrompida.

Leia também:
CFMV contribui para consultas públicas do Mapa sobre leite

Assessoria de Comunicação do CFMV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *